quinta-feira, março 01, 2007

O legado de Ramos da Cruz

Francisco José Ramos da Cruz é governador da Huíla, há oito anos. Os propósitos iniciais de Ramos da Cruz foram logo a seguir a sua indicação granjear a confiança dos Huilanos. Composta por uma sociedade diversificada com a mescla de vários grupos étnicos e com potencialidades privilegiadas, aquela província tem como capital o Lubango.
Uma cidade que há oito anos testemunhava um cenário em que jovens intelectuais e sectores da sociedade civil, se desprendiam do medo imposto pela gestão da mão de ferro de um general.
Com algumas sensibilidades feridas e em ambiente de reabertura para a sua particular democratização, a província da Huíla recebeu Ramos da Cruz em redor de uma inusitada expectativa. O manto de esperança e receios encapotados vividos durante o consolado do general, começaram a ser notados, com o surgimento de uma sociedade aberta e visivelmente crítica isto na gestão de Ramos da Cruz.
Os anos se passavam e como em todo o contexto do país, os problema para aquela região situada entre cordilheiras, sendo um dos pontos mais altos de Angola, começou a atravessar sérios problemas em sectores estratégicos e fundamentalmente o desaparecimento de algumas figuras ligadas a partidos políticos.
A morte de dirigentes da UNITA e do PDP-ANA não foram até hoje esclarecidos. Os sectores das Águas, energia, assistência social, comunicações e transporte de bens também entraram em sucessivas crises. Em causa, o acúmulo de um conjunto de insuficiências causadas por uma gestão que começou a levantar algumas interrogações aos habitantes mais atentos do Lubango.
O descaminho de fundos públicos, os atrasos salariais e a ineficiência do sector judicial começaram a relevar uma Huíla integrada no contexto das imensas dificuldades de Angola. as críticas contra o governador da "esperança" começaram a agravar-se, a comunicação social aumentava a sua tira visível nos textos, nos noticiários e nas imagens.( Por Moises Sachipangue)

Um comentário:

africamente disse...

Um novo espaço de encontros e amizades , com videochat, mapas, blogs, albuns de fotos, videoteca, música e noticias sobre Africa! www.africamente.com