terça-feira, agosto 29, 2006

SENHORA DO MONTe: entre a festa e o luto

Dois mortos e trinta e cinco feridos, alguns deles com alguma gravidade, é o balanço oficial do acidente de viação que neste domingo paralisou os tradicionais duzentos quilómetros da Huíla, no Lubango. O acidente aconteceu no complexo da Nossa Senhora do Monte, quando uma viatura de marca Porsche que participava na prova automobilística rompeu as barreiras de protecção do traçado e foi contra a multidão que se deslocara ao local para assistir aquela que marcava o encerramento das tradicionais festas de Nossa Senhora do Monte. Foram momentos de agitação e pânico que se seguiram. Duas pessoas morreram imediatamente. Outras fontes indicam para a morte de quatro pessoas entre os quais dois jovens, uma criança e um agente da Polícia, enquanto os feridos eram transportados para o hospital central do Lubango. Num ápice, o hospital Dr. António Agostinho Neto encheu-se de gente entre familiares e curiosos ávidos em saber da sorte dos sinistrados, só impedidos pela presença policial que tentava travar a ânsia dos primeiros provocando um motim que resultou no ferimento de um agente da Polícia. Perante a avalanche de pacientes o hospital revelou-se incapaz e se viu apenas aliviado do problema com o concurso de instituições públicas e privadas que responderam aos apelos de ajuda em meios materiais e humanos. O director provincial da saúde, Óscar Isalino, único a pronunciar-se sobre o estado das vítimas deu conta da situação,«Também deram entrada entre os 35 duas crianças que chegaram ao hospital mortas, neste momento os feridos estão a merecer toda a atenção da equipa médica para que se possa tranquilizar as famílias tudo está a ser feito para podermos resolver a situação clínica desses doentes». Coincidência ou não o infausto acontecimento deu-se no complexo da Nossa Senhora do Monte, o mesmo local que há um ano testemunhava o brutal acidente de um camião que fizera 21 mortos e mais de 70 feridos depois de ter perdido os travões e irromper contra a multidão que desfilava para o carnaval. Os feridos continuam a receber assistência médica e medicamentosa e nas próximas horas poderão ser dadas novas informações relativamente a evolução sanitária dos mesmos. (Teodoro Albano)

Um comentário:

Olho Atento disse...

Já assim foi há um ano no carnaval. Quase no mesmolocal "Nossa Sra. do monte". Um camião 10governado "vareu" a assistência e foliões. Agora novamente em festa de automobilista um concorrente ceifou vidas que só precisavam amenizar as malambas, vendo carros passar. -Que se passa com as festas populares do Lubango? Ass: Soberano.