sexta-feira, junho 29, 2007

TAAG, um mal nunca vem só...

No dia em que a União Europeia (UE), através da sua Comissão Europeia anunciou a intenção de incluir a companhia de bandeira angolana TAAG na "lista negra" de companhias áreas impedidas de voar no espaço europeu por razões de segurança, uma aeronave da TAAG, um Boeing 737-200, despenhou-se quando se fazia à pista de Mbanza Congo, proveniente de Luanda, embatendo num edifício.
Do acidente registaram-se 4 a 6 mortos e vários feridos.Entre as vítimas estão o administrador municipal da primeira capital do antigo Reino do Congo e um padre superior carmelita de ascendência italiana.
Realmente, às vezes um mal nunca vem só.Espera-se que a comissão de emergência já criada consiga perceber as reais causas do acidente – que não seja como em certos países que as comissões de inquérito dão sempre erro humano… – e que a TAAG possa rapidamente voltar aos céus europeus.
Como uma desgraça nunca vem só, já não bastava à Diáspora não se poder recensear, e concomitantemente, votar, para agora nem ao seu País poder ir em aviões de bandeira angolana!
Artigo publicado originalmente aqui http://pululu.blogspot.com/

2 comentários:

Olho Atento disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Olho Atento disse...

bom quando sons melódicos nos tranformam, ou melhor provocam em nós uma metamorfose. Tb gosto de "criançar" sobretudo levado por sons.
Cavalo que cai?
Já caiu,
Caiu o burro?
Ainda não
A tua avó?
Já morreu
Morreu aonde?
Em Portugal
Chora ainda!
Hah, hah, hah, hah...
Quem não se lembra dessa e doutras?
Bj Big